Buscar
  • Davi Borges

Upsell e Cross sell: faça sua farmácia vender mais!

Você sabia que é possível fazer a sua farmácia faturar mais aumentando o ticket médio por cliente? Aplicar as técnicas de vendas adequadas é um fator-chave para aumentar seu volume de negócios.


O que é Cross sell e upsell?


Porque isso é importante?


Como aplicar cross selling e up selling para vendas em farmácias?


Por isso, as estratégias de cross selling e up selling são ótimas soluções para impulsionar os resultados no varejo. Quer saber mais? Neste artigo contamos tudo. Confira!


O que significa cross selling?


O Cross selling significa indicar para o cliente produtos que possam complementar o que ele já está comprando com base no que foi escolhido. É possível apresentar sugestões de outras mercadorias que também podem agradar a esse consumidor e ser usadas em conjunto com o item comprado.

Deste modo, conhecer bem o mix de produtos e entender os diferentes perfis de consumo são habilidades fundamentais para aplicar essa estratégia. Essas recomendações são um meio de dar atenção as necessidades do comprador, melhorando a qualidade do atendimento.


Do que se trata a estratégia up selling?

Já Up selling é o nome da metodologia de vendas em que se propõe ao cliente a compra de uma versão maior ou melhor do produto que ele já quer adquirir. Da mesma forma que no cross selling, conhecer os hábitos do consumidor é fundamental.


Como aplicar cross selling e up selling para vendas em farmácias?

No varejo farmacêutico, aplicar técnicas de vendas exige mais do que dominá-las, é preciso conhecer profundamente os produtos. Mesmo itens que não são medicamentos necessitam de precaução no uso. Por isso, o planejamento dessas ações é tão importante.


Garanta o treinamento da equipe

No que concerne aos remédios, somente profissionais habilitados devem sugeri-los. No caso de outros produtos, a equipe deve receber um treinamento abrangente, para a utilização dessas estratégias.

Por isso, é preciso conhecer o mix de produtos, suas indicações, contraindicações e possíveis interações. Além de saber o rendimento, estar a par das novidades e entender para qual perfil são recomendados, bem como, quais são os itens que podem ser complementares ou qual o melhor custo-benefício. Essas são algumas informações necessárias que a equipe precisa ter em mente.


Prepare combos imperdíveis

Você sabia que alguns itens são comprados juntos com grande frequência? Logo, faz sentido preparar combos desses produtos. Para maximizar essa estratégia é interessante dispô-los em locais mais visíveis dentro da farmácia, por exemplo, na ponta das prateleiras e gôndolas ou perto do caixa.

Em momentos como a Black Friday que acontece agora em Novembro, nos quais há um aumento na busca de produtos com preços acessíveis, os combos são uma oportunidade. Da mesma forma as sazonalidades podem gerar ideias para esses mix e dar saída às mercadorias que não vendem tanto, associando-os a outros, que agreguem em sua utilidade.


Ofereça preços diferenciados

Um exemplo de oportunidade em oferecer preços diferenciados são os combos, em que o produto sozinho custaria mais do que se comprado junto com outro. Há também a opção dos descontos na compra da segunda unidade ou, ainda, gerar uma melhoria no custo-benefício para o cliente, caso ele compre o item maior.


Desta maneira, as técnicas de cross selling e up selling são ótimas maneiras de aumentar as vendas e ainda podem otimizar algumas gestões, como no caso dos estoques ao serem usadas para diminuir a quantidade de produtos com baixa saída.

Assim como elas, existem outras estratégias de vendas úteis para atingir melhores resultados no varejo farmacêutico. Por isso, é fundamental manter-se atualizado nessa área.